Nota de repúdio ao ato de violência no Carnaval em Lisboa

Duas mulheres brasileiras que festejavam o Carnaval sofreram agressões numa intervenção policial em Lisboa. Vários vídeos mostram agentes da Polícia de Segurança Pública usando bastões, atirando as mulheres no chão, dando chutes e gritando, enquanto um dos agentes pega um revólver e dispara para o alto. Nenhum motivo justifica uma atuação tão agressiva contra duas mulheres indefesas, que estavam comemorando fantasiadas na rua, junto com muitas outras pessoas. Sabemos que existem policiais que não se revêem nesses comportamentos. Importa que a Inspeção Geral da Administração Interna verifique tudo o que aconteceu na noite de domingo, 23. 

A atuação desproporcionada da polícia favorece o arbítrio, a violência e o uso de força injustificada contra pessoas de categorias discriminadas e vulneráveis. A xenofobia contra brasileiros e brasileiras em Portugal é a terceira principal causa de discriminação em queixas recebidas pela Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial. Encaminhamos os materiais para organizações que lutam contra o racismo e a discriminação.

Tantas brasileiras e tantos brasileiros vêm para Portugal trabalhar e estudar, num momento em que o Brasil tem um governo de extrema-direita, que retira direitos aos trabalhadores, degrada as condições de vida da população, corta na educação e na saúde, defende a violência policial, incita o ódio e a discriminação e o clã Bolsonaro está ligado às milícias. Tão pouco esse governo faz para beneficiar as condições de vida das brasileiras e dos brasileiros que vivem no exterior, ao contrário dos governos do PT. Lula conseguiu que o governo português regularizasse a situação de milhares de brasileiros que viviam em Portugal sem documentos, através da diplomacia que colocou o Brasil como exemplo em todo o mundo.

As pessoas que viajam do Brasil para Portugal buscam melhores condições de vida e, por isso, merecem respeito. Em muitos casos, essas pessoas saem do Brasil porque se enquadram em categorias discriminadas e sentem que o governo Bolsonaro as hostiliza ainda mais. Essas pessoas precisam ser acolhidas e respeitadas. O Núcleo do PT Lisboa denuncia os casos de discriminação e luta contra as políticas que dificultam a vida dos trabalhadores e dos estudantes brasileiros.

A coordenação do Núcleo do PT Lisboa

2 pensamentos sobre “Nota de repúdio ao ato de violência no Carnaval em Lisboa

  1. Espero que esses agentes sejam identificados e suspensos até compreenderem bem a constituição da Republica que servem. A quantidade de agentes de “extrema direita ” na PSP é um fenómeno que deve ser rapidamente estudado e assumido e resolvido doa a quem doer. Como pessoa que por acaso nasceu aqui só posso pedir desculpa – esta gente não nos representa.

    Gostar

  2. A minha solidariedade com as jovens que foram brutalizadas pela polícia portuguesa. No entanto, fomos surpreendidos com o resultado das eleições brasileiras em Portugal e infelizmente a maior parte da comunidade votou Bolsonaro e a emigração de baixa-renda continua a ser bolsonarista.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s